É isso mesmo, sou um cliente mistério. Faço isto porque gosto e porque me perguntei muitas vezes por que motivo somos bem servidos numa loja e mal servidos noutra. Assim, tenho a oportunidade de conhecer muitas coisas novas, porque visito ou contacto também lojas e prestadores de serviços que, de outra maneira, eu não teria a oportunidade de conhecer. No entanto, não tenho assim muito tempo e só faço isto ocasionalmente.

Mas como é que funciona o cliente mistério? Geralmente, ouço falar de projetos quando visito o Mercado da Globis. É aqui que vejo pela primeira vez possíveis trabalhos nas redondezas. Mas também posso procurar mais longe: quando viajo, também posso trabalhar. Quando me aparece um trabalho e eu satisfaço os requisitos, candidato-me. Vejo sempre a descrição do trabalho em detalhe, para evitar surpresas depois.

Mas nem sempre se recebe uma confirmação. Muitas vezes, outros Mystery Shoppers são mais rápidos ou mais adequados para o trabalho em causa. Inicialmente, ganhamos sobretudo trabalhos simples. Se fizermos um bom trabalho, conseguimos mais trabalhos. Somos avaliados depois de cada trabalho. Estou acima de 90%, o que é bastante bom.

Sempre que recebo a confirmação de um trabalho, também recebo mais informações. Então, vejo os critérios segundo os quais tenho de fazer o meu teste. E existem descrições mais precisas sobre aquilo que tem de ser feito. Na maioria dos casos, são temas semelhantes e, como Mystery Shoppers, já sabemos do que se trata: o serviço e o aconselhamento são importantes. Mas também é importante expressar sempre pequenos desejos ou responder resumidamente durante o teste. De facto, os vendedores ou colaboradores do serviço devem mostrar, na maioria das vezes, como tratam os clientes.

Planeio sempre o trabalho para os dias seguintes. Por vezes, é preciso ser mais rápido. Por exemplo, às vezes não é possível testar ao fim de semana. Vejo sempre bem o questionário e as instruções, além de os levar sempre impressos. Mas ninguém pode vê-los. Levo-os comigo no bolso ou deixo-os no carro.

Estou sempre um pouco nervoso quando começo. Mas a questão é que não há nada de mal, já que um Mystery Shopper é um cliente completamente normal. Visito a loja planeada e começo por dar uma vista de olhos – como um cliente normal. Vejo se me abordam e se a loja está limpa e acessível. Normalmente, temos de pedir ajuda, caso nenhum colaborador o faça ativamente. Aqui, o vendedor tem de mostrar o que vale. Digo sempre por poucas palavras o que procuro. O resto fica a cargo do vendedor, já que também quer vender alguma coisa. Enquanto Mystery Shopper, presto atenção às perguntas que faz e de que forma ele apresenta alguma coisa. É possível verificar rapidamente se o vendedor está mesmo interessado. Já fiz imensos testes: sapatos, vestuários, óculos, adornos, relógios, computadores, móveis, persianas, máquinas de lavar, carros, etc.

Normalmente, a visita termina com o aconselhamento. Depois, digo que ainda vou pensar ou que vou falar com a minha parceira. Por vezes, temos de comprar qualquer coisa: alguma coisa pequena, que sirva de comprovativo, ou o produto propriamente dito. Quando compramos o produto, frequentemente temos de o devolver logo a seguir. Então, também o processo de devolução deve ser testado. Normalmente, tudo decorre sem problemas, mas também acontece receber um vale, em vez do dinheiro. Mas não importa o que acontece: Na qualidade de Mystery Shopper, eu não me revelo. Envio depois o vale para a Globis por correio registado e eles devolvem-me o dinheiro.

Quando o trabalho estiver concluído, preencho o formulário online o mais rapidamente possível, de forma a ter a memória ainda fresca. Por vezes, tenho de fazer alguns comentários porque algo não correu como pretendido. Tiro uma fotografia dos recibos de compra e carrego-os juntamente com o formulário.

Por vezes, os gestores de qualidade da Globis ainda pedem esclarecimentos sobre algumas respostas. Respondo rapidamente mais uma vez. E a tarefa está concluída, na maior parte dos casos. Depois, posso tratar da minha fatura online ou do reembolso das despesas. Normalmente, o dinheiro é transferido quando o empregador recebe os resultados. Também acontece haverem perguntas, mas muito raramente.

E quando o trabalho está concluído, voltei a aprender alguma coisa. Enquanto Mystery Shoppers, estamos sempre a ter experiências interessantes e fora do comum. E voltamos a procurar o próximo trabalho.